terça-feira, 17 de junho de 2014

ninini o comentário excedeu o limite ninini

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Shuahsuahs, bem, até que é meio verdade. Eu não gosto muito da pessoa que sou. Às vezes chego mesmo a me odiar completamente, você fala que notou, bem, por vezes nem eu noto isso ><'
Eu nunca liguei muito para a minha aparência. Quer dizer, nunca não, estou mentindo. À uns anos atrás eu chegava a casa chorando, passava as noites chorando, mas não era nada que eu pudesse mudar, acho que só eu não tinha percebido isso. Ou talvez também tivesse percebido, eu não era assim tão idiota. Por isso eu chorava, chorava porque não tinha nada que eu pudesse fazer. E bem, acho que nesse ano eu realmente acordei para a vida.
Na verdade, eu sei lá. Eu não entendo nada, então nem sei direito o que falar. Ao longo da minha vida aconteceu muita coisa, e ao mesmo tempo tão pouca. Umas vezes sinto como se os meus problemas fossem reduzidos a 0, do tipo "Não me aconteceu nada, comparado com outras pessoas que nada têm, eu não tenho problemas, sou uma pessoa totalmente feliz, porque não aproveitar essa felicidade?" e outras vezes parece que os meus problemas vêm todos ao de cima e eu tento me enterrar juntamente com eles. É como se sumissem e aparecessem, todos ao mesmo tempo. E depois eu acabo tendo algumas crises, ou sei lá.
Eu sou uma desorganizada, não sei por onde começar ou por onde acabar TuT" Eu não me odeio, mas às vezes sim. Eu não sei T^T É como se... Cada erro, cada problema, cada ação de que não me orgulho, é como se tudo isso chegasse até mim e dissesse: "És horrível".

O layout.. Bem, eu não tinha escrito essa frase com aquela intenção, mas o ponto ali realmente deixa que pensar, saushausha e a frase em si também. T3T 
Já me falaram isso uma vez, eu até a entendo, mas sei lá. Eu realmente não entendo nada rs~

Etto... Arigatou kk E gomenasai se estou destruindo a ideia que você tinha de mim, porque ela também não é falsa. Só que eu acho que, nem que o queira ser, eu não consigo ser totalmente falsa. Mas as minhas atitudes às vezes conseguem ser tão opostas e tão paralelas, que fico na dúvida. "Essa realmente sou eu?" e mais "és horrível, horrível"
Agora fiquei meio triste por saber que isso aí deixou alguém triste. Eu compreendo, às vezes ler/ouvir desabafos de pessoas que eu gosto também me deixa assim... Eu não sou muito de desabafar, e pessoalmente, eu também não gosto de o fazer. Eu só desabafo mesmo quando estou prestes a explodir seriamente, mas aos poucos até nessas alturas fui deixando de o fazer, ou porque era um incómodo para as pessoas com os meus problemas, ou porque acabava por magoar alguém no meio de tudo isso, ou porque eu ficava fazendo um esforço por desabafar e depois a pessoa não estava nem aí. Depois tem as pessoas que quando eu não digo o que se passa também ficam zangadas comigo, porque pensam que eu não confio nelas e blá blá... Não é bem assim. Não é que eu não confie, eu só não consigo falar abertamente dos meus problemas. Na hora de falar, tudo se vai. Eles estão lá, mas parecem invisiveis. Além disso, com que ideia ficariam de mim? Pois... Eu não gosto de mim, os outros também não vão gostar. Então prefiro que fiquem não sabendo. Só isso. Até porque muitas das vezes a pessoa nem está realmente preocupada, só está sentindo curiosidade e mais nada. Também não gosto dessa sociedade, somos duas então.

Não é que eu não tenha tentado dar um tapa nessas pessoas, mas eu não consegui. Fiquei quieta, até porque no dia seguinte essas mesmas pessoas iriam ficar sorrindo falsamente para mim e falar 'oi', e por alguma razão, eu preferia as coisas do jeito falso. Eu também tenho aquela coisa de ser uma esquecida, então às vezes eu já nem lembrava mesmo~~~~~~~~~mentira. eu lembrava, mas ignorava. afinal como você disse, nessa sociedade ser cruel é normal, essas pessoas também não têm culpa de estarem a ser cruéis e nem se aperceberem. eu já tinha entendido isso. eu não sou tão idiota e lerda como pareço ser. e é nestas alturas que eu realmente me pergunto se também sou uma dessas falsas. Talvez uma falsa ainda pior que elas.

shaushaush, nah, eu na verdade estou bem rs~ Sempre estive, ~dorgas
Ou não, mas sei lá, shaushaush.
Eu acho que nenhum dos meus problemas chega a ser realmente sério. Só é sério quando afeta os outros. Eu não gosto que os meus "problemas" afetem os outros, magoem os outros, etc etc. Eu fico seriamente revoltada, e acabo magoando todos ao meu redor. Acho que esse é o meu maior problema.

Shaushaush, tá bom, a gente fala quando sua net voltar o/ Não sei o que falar depois com você, mas tá bom, shaushaushaus.

Beijos o/

Sem comentários :

Enviar um comentário

A sua opinião é sempre importante! ^-^