quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

2014..

Hey minna! Como foi o vosso 2013 e a noite de passagem de ano?
Estranhamente, o meu dia até foi bem... Fixe/Legal/Whatever que seja sinónimo.

Hoje à noite, percebi que dormir no chão é desconfortável. Sim, eu dormi no chão. Porquê, porque manda a tradição /o/
Ok, não. Não existe nenhuma tradição que diga tal coisa, oks. Eu dormi no chão porque quis. Mas na verdade, custou muito para adormecer E lá por volta das 5 da manhã, acordei e fui dormir para a minha cama u--u #factos desinteressantes, ninguém quer saber, oks#

Então.. Hoje eu decidi falar sobre desejos para 2014, já que achei algo mais interessante do que como foi meu dia e noite, aheuaheuaheuaheu ~




Então... Este ano eu não pedi grande coisa, eu nem me foquei em pedir grande coisa, afinal, depois de beber um copinho de champanhe e quase ter vomitado logo a seguir, ainda vieram as malditas passas, que quase me faziam vomitar também, daí só comi metade das que tinha na mão. #Mas, ninguém quer saber né xD

Etto... Como toda a gente, eu desejo muita...
Felicidade, nesse ano que já está dentro das nossas vidas #-what

E bem... Acho que vou passar agora a escrever algo um pouco mais pessoal, e talvez me vá arrepender de publicar os meus pensamentos aqui, mas simplesmente não vou pensar mais no facto de que na internet qualquer um pode ver o que se escreve e passar ao que talvez interesse mais.

Neste ano, eu não sei bem o que pedir, como já tinha falado. Porque, eu não sei aquilo que realmente preciso. Como qualquer ser Humano, eu costumo ter as coisas bem na frente dos meus olhos e mesmo assim não consigo vê-las atempadamente. Não me refiro exatamente a "coisas" como objetos, mas sim a tudo em geral.

Eu gostava de ter mais amigos, mas quando dou por mim, estou procurando outros amigos e os poucos que tinha estão indo embora. Assim como o ditado diz: "Quem tudo quer tudo perde", não é mesmo? Mas... Por vezes, esse ditado é bem injusto. Eu sei que errei várias vezes, se eu colocar aqui a minha lista de erros cometidos por mim aqui, nunca mais acabaria. Nesse aspeto, acho que 2013 foi péssimo. Contudo, a vida tem sempre aqueles altos e aqueles baixos eternos, então quanto menos pensar neles melhor, porque talvez sejam os baixos que ficam na nossa memória durante mais tempo.

Gostava de dar mais valor ao que tenho. Porque essa é a causa de mais de metade dos meus erros. Eu não dou valor ao que tenho. Isso faz-me sentir... Uma pessoa horrível. Na verdade, eu tenho a perfeita noção de que sou uma pessoa egoísta (e não é pouco), reclamo sempre dos meus problemas, e na hora de ajudar os outros, mesmo querendo, 99% das vezes corre mal.

Em 2014, eu queria acordar. Mas, uma outra parte de mim diz-me exatamente o contrário. Eu não sei... Acho que tenho medo de encarar a realidade. Essa frase do "Quem tudo quer, tudo perde" costuma atormentar-me. Pergunto-me a mim própria se eu, um dia resolver acordar e viver na realidade como a mesma é, veria o mundo onde eu me sento e estou neste momento a escrever desapareceria. A verdade é que eu sinto-me feliz quando me sento em qualquer lado e olho a tela que me permite comunicar com o mundo, mas isso pode, simultâneamente, estar a fazer-me mal. Eu não entendo o que vai dentro de mim, então esse desejo ainda está dividido. Porque eu sou feliz assim. Mas talvez, a realidade não seja tão má como neste momento a minha cabeça a imagina.

Há ainda outra coisa que me intriga entre querer ou não para 2014.. A mudança. Eu realmente fico querendo mudar, queria me integrar melhor em certos grupos, queria fazer amigos, me sentir... Igual a outras pessoas. Às vezes eu me sinto diferente demais. Eu não estou falando daquele "igual" que nem clones, mas sim... Mais parecida com as outras pessoas... Não sei explicar '~' Mas geralmente, a maior parte das minhas diferenças perante os outros acaba por me deixar... Sozinha '-'
Se querem que vos diga, na verdade eu até tenho medo de mudar. Eu sempre tive medo de mudanças, até em criança. Eu sabia que um dia deixaria de ser criança; essa ideia não me agradava em nada. Eu lembro-me de que até fiz uma promessa a mim mesma. Eu não queria crescer, queria ser criança para sempre.. Uma parte de mim dizia que um dia eu seria como o Peter Pan e deixaria de crescer. A verdade é que deixei de crescer, mas vi os outros crescendo bem ao meu lado. Eles foram crescendo e crescendo, e eu fui ficando para trás. E sim, quando digo estas palavras refiro-me a todos os aspetos: físicos ou psicológicos.
Enfim... Chega de bla bla bla, resumidamente, eu tenho medo de mudar, mas tenho medo de ficar igual para sempre.

Ok, vou parar de queimar os vossos olhos com palavras e mais palavras, confesso que acabei por me empolgar com este post e-e' #NÃO ME ATIREM PEDRAS À CARA#

Contudo, queria só pedir mais uma coisinha: Eu quero que todos vocês sejam felizes. Com todos não quero dizer apenas os que estão lendo isso, mas sim os que desistiram de ler faz algum tempo e os que nem leram isso, independentemente das circunstâncias~
Eu sei que posso ter escrito demasiado sobre mim, talvez me arrependa disso mais tarde (e mesmo assim não falei nem metade da minha vida ou do que me passa pela cabeça certas vezes), mas, em termos de desejos eu prefiro que os vossos pedidos sejam realizados primeiro ou unicamente, porque de qualquer das maneiras eu não preciso de sonhos realizados por magia, eu sei que hei de conseguir dar a volta a qualquer que seja a situação e o tempo que ela dure. Porque, se retirarmos a saúde de "qualquer que seja a situação", eu sei que consigo dar a volta por mim mesma.

A saúde é algo a não esquecer, então peço desculpas por mais uma quantidade de palavras, então aguentem só mais um pouco, porque eu quero desejar a todos vocês muita saúde e paz e felicidade e isso tudo >w<

1 comentário:

A sua opinião é sempre importante! ^-^