quarta-feira, 7 de maio de 2014

Voa, Voa Livremente

"(...)Ela voou e voou, cada vez mais longe, cada vez mais alto.(...)"

Quando a vi voar, tão longe e tão alto, foi uma sensação tão estranha… Ela piava e piava, provavelmente de felicidade. E andava às voltas, como quem dizia: "Sou livreeeee! :D". 
Não queria que ela fosse embora, mas por outro lado a sua felicidade parecia ter-me atingido. Ela voou e voou, cada vez mais longe, cada vez mais alto. Voou como nunca antes tinha visto. Parecia que estava em paz, pronta para tudo o que lhe aparecesse à frente. Liberdade, inocência, felicidade, sobretudo uma enorme paz. Voou tanto que desapareceu, num imenso céu azul com algumas nuvens brancas, fofas e rechonchudas, como o algodão doce. Tive vontade de ir com ela, e desaparecer entre as nuvens, nuvens essas que sempre sonhei em atravessar. Mas parece que o ser humano ainda não consegue voar por si próprio sem ser na mente. 
Espero que aproveites essa tua liberdade, onde planas sobre o vento e atravessas o céu adentro. Onde o vento te bate na cara de forma gentil e o lindo céu azul te aconchega. Se ainda estiveres a voar agora, espero que consigas ver este pôr do Sol de cor rosada. Espero que te sintas gloriosa de onde estás agora. 
Mas já sabes, quando não souberes para onde ir ou precisares de um lugar quentinho que te aqueça durante a noite, tens uma casa à tua espera. A mesma casa que deixaste ainda hoje de manhã, na busca de uma vida.

7 comentários :

  1. Oh *O*
    Eu texto lindo >-< Fostes tu que escreves?? o.o
    Kissus~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Etto... Etto... A-aye! >< Sim, fui eu >w<'

      Isso vai parecer meio idiota, mas.. É que eu tinha um pássaro de que estava cuidando desde bebé, ele vinha na mão e tudo ><' Não era bem eu que cuidava dele, eram mais os meus pais, mas tá e3e' E ontem ele fugiu... A gente tem a gaiola aberta na rua para ver se volta mas não me parece, já que ele sempre esteve dentro de casa, sabe... sahusahs, também com um cão do tamanho de um cavalo até eu tinha medo de voltar para o jardim. Mas os pássaros vão comer a comida dele e ele nem faz nada.. Enfim...' rs~

      Eliminar
    2. Oh *o*
      Eu também tinha uns pássaros mas eles estavam no ninho >-< E depois voaram e foram \o\ com a mãe .-.
      Se calhar o pássaro já volto e tu não viste?! As vezes pode estar só no jardim sem ir para a gaiola u-u
      Kissus~

      Eliminar
    3. ><'
      ah, pois.. Mas acho que não :/ o meu cão já o teria encontrado, shauhsauhs (e não seria da melhor maneira aheuha)
      Uma vez eu a coloquei perto do cão e ela começou a bicar o focinho dele UwU o meu cão ficava olhando como se ela fosse um frango assado '-'
      aehauehauehauhe

      Eliminar
  2. Concordo com a Jo está lindo *----*
    Amei >w<
    Gostei mesmo muito dotexto
    Beijinhos :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *do texto
      (gomen enganei-me xD)

      Eliminar
    2. Etto... Hontou? >w< Era bom que a Caturra também percebesse isso e voltasse, shaushauhs. Eu meio que só descrevi o que senti na hora que ela saiu de casa a voar e desapareceu, shaushaush. Ela ainda ficou sobrevoando a casa por uns tempos, mas depois ela foi-se distanciando mais e mais...
      O meu pai já está pensando em arranjar outro pássaro, sahushauhs. Mas depois há sempre aquela do "e se lhe acontece o mesmo?" .. psé -q

      hehe, não faz mal, eu percebi ^^

      Eliminar

A sua opinião é sempre importante! ^-^