/*cookies*/ /*em personalizar-avançadas-css tem mais partes. Bolachas/

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Ser e não ser

Quem sou eu? Quem serei eu?
Sou o que sou. Sou eu e simplesmente eu, sem necessidade de mais definições;
Ou - afirmas tu - terei de detalhar o que em mim me faz tornar?
De que forma o poderei fazer? Julgamentos, rótulos, perspetivas e lados exteriores à imparcialidade. O que os outros vêm, não é o que sou, mas é a partir de outros que surgem palavras para me identificar. E é a partir do meu olhar que formulo ideias sobre o Mundo, sobre aquilo que gostaria de ser Nele.
Sou aquilo que almejo ser? Quem quero ser? Como quero ser? O que tenho de mudar, ou manter? Quem sabe, um dia me possa transformar. Porque não, hoje, começar? Começar a trabalhar, construir um Eu que aprendeu com o passado e que visa aplicar os respetivos aprendizados no futuro. Um eu melhorado, ao qual eu possa sorrir e me orgulhar.
Talvez um dia mais tarde nos encontremos. Talvez - por ironia do destino - me notes ao passar na rua, e, hesitante ou não, me cumprimentes. Ou, quem sabe, se tiveres coragem, me chames para conversar um bom bocado.
Nessa altura pode ser que possas perceber, que finalmente me tornei, pura e simplesmente, em quem desejo ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A sua opinião é sempre importante! ^-^