domingo, 17 de maio de 2015

O meu melhor amigo


Eu tenho um amigo muito especial. Ele é o meu melhor amigo. Quase um irmão. 


Às vezes ele é um pouco tonto e lerdinho, não percebe nada do que dizemos ou que está a acontecer, como eu. Às vezes não para quieto e é um bocadinho chato e outras anda por aí todo feliz de um lado para o outro, como o meu irmão. Está sempre preocupado com todos e pronto a tentar ajudar, como a minha mãe. E é muito preguiçoso, mas quando vê lá ao fundo do portão algum trator ou camião, corre logo para proteger-nos de todos os perigos ou acontecimentos incomuns, como o meu pai. Dizem que tal cão tal dono, e dizem muito bem. Está sempre à espera do nosso regresso a casa todos os dias, e às vezes nem lhe ligamos nenhuma... Ainda assim, parece tão alegre. Apesar de às vezes irritar-se com os insetos que o chateiam quando está a descansar, também consegue fazer amizade com eles, ou declarar guerra e não parar de os perseguir. É como uma criança. Não dá para saber se ele se está a rir ou a chorar, mas o seu olhar diz tudo. Sei que posso contar-lhe tudo, que ele não contará nada a ninguém. Mesmo que eu não abra a boca, que não diga nada, ele percebe. E, apesar de não poder responder em palavras, ele consegue dar-me uma lambidela e deixar-me a sorrir de novo. Dá-me a pata, uma mão amiga.
Ele é o meu melhor amigo. Eu em dois pés, ele em quatro patas.
Simba, obrigado por existires. Sei que não vais ler isto, mas adoro-te mesmo amigo.
Parece que foi ontem que eras aquela bolinha pequenina de pelos, e hoje és um cao ENORME. Não só de corpo, mas também de coração. ❤

Sem comentários :

Enviar um comentário

A sua opinião é sempre importante! ^-^