quarta-feira, 29 de junho de 2016

Às vezes, menos é mais

Para concluir de uma vez por todas estes postzinhos que tenho feito ultimamente, aqui vai.
Lembro-me que criei este blog com 2 ou 3 propósitos. Já tentei fazer dele uma espécie de diário, e provavelmente essa foi a origem do nome, mas rapidamente descobri que prefiro mil vezes escrever a maioria dos acontecimentos manualmente, só para mim. No entanto, isso não me impede de vir aqui e escrever alguns. Já tentei levar o blog para uma parte mais... Exterior (?) à da minha própria vida, dos meus próprios problemas.



Gostaria de ter um pouco mais de interação com os leitores (se existirem ha), e não me focar tanto em EU EU EU EU, entendem...? Gostava que fosse um espaço não só meu, mas a vida de ALGUÉM, e não somente a MINHA MINHA SÓ MINHA vida, e sim a de alguém que também deve estar a ler. não sei explicar Um cantinho onde todos pudessem ler os posts, talvez quem sabe, comentar, e sair um pouco mais felizes, mais relaxados, descontraídos? Animados? ANImados -nnn. Que não fosse um canto só para mim, mas para quem está do outro lado também. Só que aí eu também não tenho muito talento, e surgiram os tais posts aleatórios. Sério, eu fico sem saber o que postar, mas eu realmente me esforço para postar algo... Então vou fazer o que melhor sei: nada. E fico a escrever muito feito de nada, conforme o meu temperamento e disposição. Do muito nada que escrevo, acaba por surgir algo, e no final eu acabo por postar. Teve vezes que eu tentei perguntar sobre o que gostariam que eu postasse? Afinal, sou um pouco complicada para arranjar uma temática. Penso que esse seja o meu grande problema, adicionando às minhas divagações extremas. Acabo mais tarde ou mais cedo por me dispersar e fugir ao tema. Mas se eu estivesse restringida a uma temática, talvez fosse mais fácil? Mas, eu quero ser restringida? Eu acho que não seria capaz, ha.
Eu gosto é de ser livre e voar com as palavras~
Mas provavelmente uns quantos postinhos com um determinado tema específico me facilitariam a vida, right?
Tentei (ou pelo menos tive essa ideia) levar o blog mais para o meu lado otaku, falar sobre animes de que gostava, mangás e jogos. Só que eu não acho que sou muito boa com esse tipo de coisa... Eu acho que não sou boa com nada mesmo.
Apesar de que eu ainda gostaria de o fazer, hehe~ Eu gostaria de pelo menos, tentar um pouco mais.
O que eu vou falar poderá ser um tanto absurdo, mas prosseguirei. Também já tive vontade de me inspirar em grandes poetas, pequenos poetas, escritores, ou o que seja, e eu própria fazer alguns textos, poemas, histórias. lskdjaklsjd Eu gostaria muito de o fazer, não sei porquê. Desde histórias sérias, dramáticas, cómicas. E criar personagens, e ilustrá-los, ah, que sonho! Eu gostaria, mas dá uma preguiça não é mesmo?

Além disso, penso que o título do blog é vago. Tenho a ideia de que poderia abordar qualquer tema, qualquer assunto. Talvez se fosse "A vida de um otaku", estaria apenas limitada a assuntos relacionados com a vida de um otaku. Mas não, esta é "A vida de alguém". Alguém insignificante, que não é importante, que pode ser qualquer um. Não nos é dito quem. Pressupomos que seja eu, mas até poderia não ser. Alguém, um pronome indefinido. Não é relevante sabermos quem está por trás desse alguém, quem é essa entidade. É insignificante. Deste modo, poderia falar sobre qualquer coisa, sobre a minha vida, sobre a vida de outros, sobre os meus gostos, sobre os gostos de outros. Qualquer coisa, não importa o quê.

Recentemente deparei-me com uma menina nova pelo blogger e pediu-me para dar uma olhada no blog dela. Sendo um blog relativamente recente, fiquei surpreendida com o número de seguidores, que é superior ao dobro do meu xD Pus-me a ler os postinhos, ela abordava diversos assuntos regularmente, e a sua escrita, achei adorável, deu muito gosto em ler, o layout feito por ela, não era nada muito elaborado (ainda assim melhor que o meu, né), mas eu achei bonitinho, era mesmo um blog do jeitinho dela! Quando a menina me "apresentou" o seu blog, ela disse que criou o blog "para postar coisinhas de que gostava", e ao ver o meu twitter, pensou que eu iria gostar também (e acertou hihihi ♥).

Simplesmente... Postar coisas de que se gosta. Não será essa a resposta? Uma resposta tão simples e curta, que provavelmente nunca notei.
Fico preocupada com o que postar, acabando por não postar. Mas talvez, se eu não complicasse, fosse muito melhor. Umas pequenas coisinhas do dia-a-dia, outras maiores. Algo que apareceu por aí e gostaria de compartilhar. Uma ideia. Qualquer coisa, sem complicações (mas eu sou complicada I'm sorry).
Encarar o blog mais como uma diversão, e não tanto como "obrigação". Às vezes, menos é mais!
Vou ter isso em conta daqui para a frente, uhuhu
Era só isso
Xauzinho amores
Anii~

Sem comentários :

Enviar um comentário

A sua opinião é sempre importante! ^-^