/*cookies*/ /*em personalizar-avançadas-css tem mais partes. Bolachas/

sábado, 13 de janeiro de 2018

Subitamente

Bastou um piscar de olhos
O bater do coração
Subitamente me tornei apenas...
"não"


Não quero fazer isto
Não quero fazer aquilo
Não me motivo para nada
Só consigo ficar quieta, parada

A minha alma foi manchada
Com cores escuras no seu lumen
Janela com arco-íris de fachada
Radiosos vidros pintados ao ponto de não deixar atravessar a luz

Minto a mim mesma
Não desistas, que isso logo passa
Se fingir, se ainda sonhar
Esse sonho real se irá tornar...

Não devia sentir-me assim
Sei que há pessoas pior
Com um sofrimento maior
A minha vida até é do melhor...

Num momento sorrio
E no outro choro
Subitamente deixei de saber
Qual o sentido de viver

Sem comentários:

Enviar um comentário

A sua opinião é sempre importante! ^-^