/*cookies*/ /*em personalizar-avançadas-css tem mais partes. Bolachas/

quarta-feira, 17 de julho de 2019

wondering how much time to move on

Why do i still...
Think about you
Miss you
Want you
To be with me;
Do i still
Love you;
Why does it still
Hurt
so much;
Why havent i
moved on
Yet;
but Im better,
arent i;
good or bad
I cant tell
Oh...
I wish
i could tell.

True title: just laying down in silence holding tears while wondering how much time is needed to fully move on and i stop this nonsense.

terça-feira, 16 de julho de 2019

[Jogo] medoka magik grls

Olaáaaááa!!

Certamente que a maioria de vocês já ouviu falar do anime Madoka Magica, correto? Se não, corram e informem-se porque não perdem nada. Ele é um pouco mais denso, profundo e dark do que aparenta mas marcou uma geração de otaquinhos como eu.


domingo, 14 de julho de 2019

Vamos falar de joguinhos! [rpgmaker]

Heyo!
Recentemente fiquei com vontade de jogar alguns jogos, coisa que já não faço há bastante tempo, e lembrei-me que tinha nos rascunhos um monte de postagens vazias que apenas têm os títulos: jogos RPGmaker que joguei e queria partilhar com vocês mas que nunca o fiz. Hoje em dia já não me lembro de tudo, visto que se passaram anos desde que os joguei, mas lembro-me do essencial e de como me senti ao jogá-los. Decidi então finalmente trazê-los ao blogue! Não planeio fazer fichas de jogos nem nada muito complexo, apenas impressões pessoais e algumas imagens. Como disse, após tantos anos, muitos detalhes já foram excluídos da minha memória.


quinta-feira, 11 de julho de 2019

Playlist de Junho 2019

Sei que já venho um pouco tarde, Junho terminou e o tempo passa tão rápido, não é verdade? Aqui vai, como prometido, partilharei o link para os interessados:
>>   junho19   <<
Em comparação com a playlist de Maio algumas músicas repetiram-se, mas não farei disso um problema. Isto não é uma atividade para eu problematizar, é precisamente o contrário. É suposto fazer-me sentir melhor, exprimir o meu humor, dançar, ou simplesmente relaxar enquanto ouço músicas de que gosto e com as quais me identifico de algum modo, ou se não me identificar com elas, basta apenas gostar. O que importa é eu sentir-me bem!

Confesso que ainda nem comecei a formular a playlist deste mês mas logo logo já mudamos isso.

Com muito amor,
Ani ♥

quarta-feira, 10 de julho de 2019

45678910 Julho

4♥: Não fiz nada durante o dia. A minha prima passou cá 5 minutos e a filha dela correu a abraçar-me, foi tão querida... Eu estava em pijama. À noite vi o filme Detetive Pikachu, com o Virgu no discord. Foi fantástico, gostei mesmo muito... Não estava à espera mas o filme surpreendeu-me tanto. Recomendo. Acho que foi o primeiro filme que eu vi antes do meu irmão!

5,6,7♥♥♥: fui acampar! houve espaço para complicações, mas tirando o cansaço de tomar conta de miúdos e lidar com os chefes, gostei. não estou com muita vontade de me alongar aqui neste momento, mas tivemos atividades aquáticas e foi uma boa oportunidade para sair de casa, estar em contacto com a natureza e conviver com amigos que já não via há bastante tempo.

8♥: O meu tio e a namorada vieram jantar connosco e trouxeram a avó, que vai estar em nossa casa por uns dias.

9♥: Fui a Lisboa com o meu irmão. Ele foi ao shopping procurar umas coisas que ele precisava e gastar uns cartões presente que lhe ofereceram no Natal, enquanto que eu fui à secretaria da faculdade para saber informações relativas às matrículas do próximo ano. Esperei 2h para ser atendida e no fim apenas estive lá por 1 minuto. Também tive a minha última sessão de terapia. A terapeuta ficou muito contente com o meu progresso, senti que ficou até emocionada, pensei até que ela fosse começar a chorar. Devo dizer que fiquei igualmente feliz com isso. Só não esperava que ela fosse já embora do serviço... Fiquei um pouco reticente com a ideia. Ela explicou-me que tinha sido uma sorte eu ter começado logo o processo porque a fila de espera era muito grande e foi "ela" que pressionou os colegas para me ajudar. Se isto não tivesse acontecido, eu não faço ideia de como estaria agora. Eu estava tão perdida que parei de tentar... Talvez eu ainda esteja perdida, mas pelo menos tive algo a que me agarrar e que me fazia continuar. Ela fez questão de deixar claro que ainda faltava muito trabalho para nós as duas, nomeadamente problemas meus que ficaram por resolver. O tempo que tivemos juntas em consultas não foi muito, o que acabou por ser uma desvantagem. Ainda assim, tendo em conta as prioridades estabelecidas, ela mostrou-se satisfeita, e eu também. Diria até que estavamos orgulhosas... No fundo fiquei triste porque não estava à espera que ela saísse assim. Ela aconselhou-me a tentar ter sessões novamente com um novo terapeuta que a fosse substituir, porque realmente ficaram muitas pontas soltas que deveriam ser exploradas. Agora voltei para a fila de espera do ano seguinte, e ela também me alertou que nem sabia quando eu seria contactada visto que a procura do serviço é imensa e o pessoal profissional é escasso. 
Entretanto, depois disto, ia ter com o meu irmão e encontrei dois amigos meus no caminho, ficamos a conversar um bocado e ainda apagámos um fogo aleatório dentro de um caixote do lixo com um segurança. Almocei com o meu irmão e ajudei-o a escolher roupa durante a tarde.

10♥: Tive um sonho triste... Romanticamente falando. Já nem nos meus sonhos tenho finais felizes. Fiquei a pensar nisso durante bastante tempo. A pessoa que eu ainda gosto (mas provavelmente não devia) já nem olhava nos meus olhos, não quis saber, e foi-se embora. Esteve ali comigo, mas era como se não estivesse e nem quisesse estar. Não conversamos, não nos encaramos, não nada, por mais que eu desejasse. E depois foi-se... Talvez eu devesse fazer o mesmo: ir. Eu sei que já devia ter seguido em frente e ultrapassado isto, mas... Aparentemente não está a funcionar de todo.
Discuti com a minha família ao almoço como já não fazia há muito. meh. Que noite triste e dia triste.
Falei de novo com a Luci e a Eli e uma menina e sei lá, às vezes sinto-me sozinha e gostava de voltar a conversar com pessoas com quem já não falo há muito tempo mas é sempre estranho...

quarta-feira, 3 de julho de 2019

123 de Julho

1°•• dia*
Voltei para Lisboa. Fui para a faculdade estudar de manhã. Depois do almoço fui para casa da minha avó. Não fiz mais nada de produtivo. Dormi a tarde toda. Ouvi algumas músicas de love live no Spotify (finalmente disponibilizaram!!).
2•°° dia*
Foi uma noite atribulada. Tive pesadelos, demasiado calor e acordei com dores musculares e sem conseguir mexer os braços por estarem demasiado dormentes (foi no mínimo aterrorizante), depois de algum desespero interno e muitos esforços felizmente voltei ao normal. Não fui para a faculdade, também não fui produtiva em casa. Li muitas publicações de bloggers e vi anime. Comecei a roer as unhas de novo... É doloroso.
3°•° dia*
Fui fazer um exame de melhoria mas acabei por desistir da prova. Baralhei os conceitos todos e não me lembrava de fórmulas, então avaliei a situação e concluí que não valia a pena. Assim talvez para o ano a possa repetir - se tivesse entregado não poderia. Estou satisfeita por ter passado a essa cadeira, por isso desleixei-me para a melhoria (foi um erro, eu sei...). Tanto faz, a vida segue. Agora estou oficialmente de férias, ou seja, não tenho mais aulas nem exames. A minha avó foi a uma consulta então aproveitei esse tempo para limpar a casa secretamente (ela chateia-se sempre quando sabe): cozinha, sala de estar, casas de banho, o meu quarto. Deu imenso trabalho. Estou cansadíssima. O meu quarto é o mais complicado, sujo e desarrumado. Já está limpo, amanhã só tenho de organizar tudo o que já não preciso para levar de volta para casa (roupa, livros, etc). É bastante tralha, certamente não vou conseguir levar tudo de volta numa só vez. Após os esforços tomei um banho, soube tão tão bem... Foi ótimo e relaxante. Também passei creme hidratante pelo corpo todo. Talvez não devesse admitir isto em público, mas penso que foi o primeiro banho do mês. Fiquei contente. À noite fomos jantar a casa do meu tio e passámos um bom bocado todos juntos.

terça-feira, 2 de julho de 2019

Dificuldades de interação

○•○••○•○
Gosto muito de ler publicações de pessoas que sigo e admiro no blogger, desejo muito conversar, quem sabe formar uma amizade (como no passado acontecia tanto), mas na hora de escrever o comentário tudo se vai com o vento... É como se eu sentisse que os outros não estão ao meu alcance, ou que vou fazer figuras ridículas, ou que eu não tenho o direito de dizer o que quer que seja. A pessoa nem sabe da minha existência, estamos em patamares muito diferentes. Sempre foi assim. Ainda por cima deixo o mesmo acontecer na vida real. Isso faz com que eu me isole, quer queira quer não. No fundo eu gostaria de fazer amizades com toda a gente, e tal seria possível se, na maior parte do tempo, eu não fosse envolta pela sensação de que tudo ao meu redor é forçado, falso e superficial -- incluindo eu própria. Sei que não deveria pensar desta forma, mas infelizmente tenho de admitir que assim o é. Então desculpem-me se às vezes não consigo manter conversas, ou se não me mostro mais ativa entre as comunidades a que pertenço, ou se pareço ingrata, ou até similar a um fantasma. Na verdade, eu sou um pouquinho covarde. Mas isso não modifica o facto de que, ao ler, sinto cada uma das vossas palavras. E sinto tanto.